Ética na Família, na Educação e seus Reflexos na Vida em Sociedade

Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Share on LinkedIn
Maria Del Carmen E. Ferreira

Resumo

Este trabalho é fruto da reflexão sobre a importância do ensino da ética moral e das relações de respeito entre os seres humanos, ou seja, mais do que isso, é ter atitudes éticas diante dos filhos, dos alunos e da sociedade como um todo. Como nós, profissionais da Educação, podemos contribuir para que os valores éticos e morais não fiquem esquecidos, mas sejam resgatados, valorizados? Ao discutir este tema quero propor uma reflexão, e ao mesmo tempo, fazer um resgate dos valores morais herdados de nossa própria cultura, recebidos através dos processos formais e informais de educação. Objetivando sensibilizar as famílias, professores e todos os indivíduos ao conhecimento destes valores em suas práticas pessoais cotidianas. Proporcionando assim um bom convívio social.

Continuar lendo Ética na Família, na Educação e seus Reflexos na Vida em Sociedade

Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Share on LinkedIn

Psicopedagogia na Educação Superior: uma perspectiva de atuação no cotidiano acadêmico

Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Share on LinkedIn
Emerson Luiz De Castro

Resumo

Este artigo tem por objetivo analisar as possibilidades de atuação do psicopedagogo na Educação Superior. Por meio de pesquisa bibliográfica, apresenta as peculiaridades deste nível de ensino ao abordar os conceitos de Andragogia e Psicoandragogia. Discorre ainda sobre as dificuldades de aprendizagem nesse âmbito do processo de escolarização. O interesse em pesquisar sobre o tema surgiu de uma demanda identificada no próprio ambiente de trabalho. A prática vivenciada no cotidiano da Coordenação do Curso de Direito de uma Instituição de Ensino Superior levou-nos a conjecturar sobre a necessidade de um psicopedagogo nesse nível educacional. Aliando os conhecimentos adquiridos no Curso de Pós-Graduação em Psicopedagogia com a vivência no Ensino Superior, pretendemos justificar a necessidade de inserção deste profissional na Educação Superior com vistas a contribuir para o sucesso acadêmico de professores e alunos

Continuar lendo Psicopedagogia na Educação Superior: uma perspectiva de atuação no cotidiano acadêmico

Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Share on LinkedIn

Sobre a Sistematização e Difusão do Conhecimento Psicanalítico em Freud

Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Share on LinkedIn
Sílvio Memento Machado

Resumo

Retomar a originalidade da proposta de Freud quanto à sistematização e disseminação da psicanálise tem sido tema de inúmeras discussões entre psicanalistas. O presente artigo visa resgatar elementos importantes da história e dos esforços do criador da psicanálise através de sua obra, privilegiadamente ‘A história do movimento psicanalítico (1914), e de outros autores, no sentido de organizar e difundir a sua teoria. Faz-se referência à formação das primeiras sociedades psicanalíticas e seus congressos onde as produções teóricas eram apresentadas e os rumos da psicanálise eram traçados. Conclui-se que qualquer proposta de transmissão na psicanálise só se sustenta mantendo-se a abertura para o inconsciente, o que Freud sustentou em diversos momentos de sua teoria, relegando toda e qualquer perspectiva burocrática ou de universalização.

Continuar lendo Sobre a Sistematização e Difusão do Conhecimento Psicanalítico em Freud

Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Share on LinkedIn

Chegando mais cedo na escola: reflexões da Psicologia Educacional referente à Lei 11.274/06 que amplia o ensino fundamental para nove anos

Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Share on LinkedIn
Janete Leony Vitorino
Ilma Borges

Resumo

Aprovada em 06 de fevereiro de 2006, a Lei nº 11.274 torna obrigatório o ensino fundamental para nove anos e determina que os Municípios, Estados e o Distrito Federal, terão até o ano de 2010 para esta implementação. A pesquisa teve como objetivo geral, analisar quais as possíveis contribuições e implicações da Lei 11.274/06 para o desenvolvimento psicológico infantil e como objetivos específicos, descrever o histórico da Lei 11.274/06 a partir de sua implementação e proposta para a educação infantil no Brasil e no estado de Santa Catarina; identificar os aspectos teórico-metodológicos relacionados ao desenvolvimento psicológico infantil presentes na Lei 11.274/06; caracterizar o significado da terminologia “políticas públicas” e o papel da psicologia no que diz respeito à sua inserção neste campo; entender os aspectos da interface da Lei 11.274/06 para o desenvolvimento psicológico infantil e educação; Identificar como as políticas públicas em educação influenciam as práticas pedagógicas. Para tanto, utilizou-se a pesquisa bibliográfica e posterior leitura reflexiva a respeito da Lei nº 11.274/06, que contempla a ampliação do ensino fundamental para nove anos, percebendo-se, que a mesma é uma ampliação e uma alteração da redação de uma Lei maior que é a nº 9394/96, ou seja, a Lei de Diretrizes e Base (LDB), que estabelece as diretrizes para a educação nacional. A partir de 1996, a educação brasileira possui uma Lei que estabelece as diretrizes para a educação, (LDB nº. 9394/96), normatizando e uniformizando o ensino, entre outras diretrizes contemplativas da educação nacional e que esta Lei incide sobre o desenvolvimento da criança indicando também que a igualdade de condições passa pela escolarização. A atuação profissional do Psicólogo educacional, em fazer interfaces com as Leis que regem a educação é fundamental, pois estas consistem em seus artigos, direitos e obrigações em relação ao indivíduo, seu desenvolvimento e formação.

Continuar lendo Chegando mais cedo na escola: reflexões da Psicologia Educacional referente à Lei 11.274/06 que amplia o ensino fundamental para nove anos

Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Share on LinkedIn

Sucesso nas Meninas, Fracasso nos Meninos: o Papel dos Contextos nos Distúrbios de Aprendizagem e Gênero

Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Share on LinkedIn
Janete Leony Vitorino

Resumo

Este artigo tem por objetivo realizar um levantamento bibliográfico, relacionando distúrbios de aprendizagem em meninos e meninas referentes às questões de gênero nos contextos: históricos, biológicos, sociais, educacionais, psicológicos e familiares. Mediante pesquisa, pode-se perceber quem em cada contexto mencionado, meninos e meninas atravessam processos que os diferencia, resultando, portanto, num expressivo apontamento para os meninos no que diz respeito a distúrbios de aprendizagem. O estudo é bibliográfico e não tem o a intenção de conclusões definitivas. Apresenta-se uma coletânea de dados relevantes para lançar outras preocupações e perspectivas de caráter científico no campo das dificuldades de aprendizagem relacionadas às questões de gênero.

Continuar lendo Sucesso nas Meninas, Fracasso nos Meninos: o Papel dos Contextos nos Distúrbios de Aprendizagem e Gênero

Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Share on LinkedIn

Linguagem e Infância: a Literatura Infantil no Processo de Desenvolvimento da Criança Pequena

Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Share on LinkedIn
Simone Alves Nepomuceno Lemos

Resumo

Este trabalho apresenta, como questão central, a importância da Literatura Infantil para o desenvolvimento da criança pequena. Partiu da concepção ampliada da linguagem, especificando a sua característica como constituidora do sujeito histórico, cultural e social e a concepção da infância enquanto categoria social. Utilizou, como arcabouço teórico, aspectos do trabalho de Vygotsky (1994) e Bakhtin (2000), além de outros autores com os quais dialogamos sobre a Literatura Infantil. Os resultados indicaram que a contação e o reconto de histórias de Literatura Infantil revelam ser uma atividade interativa, potencializadora da linguagem da criança como espaço de recuperação do sujeito ator e autor de seu desenvolvimento. As crianças, enquanto interagem no mundo dos símbolos e da fantasia, expressam suas opiniões. No que diz respeito à escuta da “voz da criança” e à interação criança-criança os dados revelaram que pouco foi dado importância pela professora.

Continuar lendo Linguagem e Infância: a Literatura Infantil no Processo de Desenvolvimento da Criança Pequena

Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Share on LinkedIn

Sentipensar: Novos Modos de Ser e Estar nas Escolas, nas Famílias e nas Instituições

Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Share on LinkedIn
Prof. João Beauclair

Resumo

Este artigo é formado por um conjunto de reflexões apresentadas em forma da conferência, com o mesmo título, na V Jornada de Psicopedagogia, promovida pelo Núcleo Sul-mineiro da ABPp Associação Brasileira de Psicopedagogia, no dia 9 de agosto de 2008, em Varginha, Minas Gerais. Trata-se de uma tessitura focada nos desafios presentes em nossa contemporaneidade e em possíveis alternativas para seus enfrentamentos, colocando em destaque os facilitadores movimentos possíveis da Psicopedagogia. A abordagem aqui adotada é a de fazer uso de nossas possibilidades de autoria de pensamento e, com isso, colaborar e empreender processos de tomada de consciência a respeito das necessárias mudanças paradigmáticas, da mudança de nossos olhares e, principalmente, de nossas percepções sobre as demandas presentes nas famílias, nas escolas e nas instituições.

Continuar lendo Sentipensar: Novos Modos de Ser e Estar nas Escolas, nas Famílias e nas Instituições

Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Share on LinkedIn

A Pós-Modernidade e os Desafios da Educação na Atualidade

Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Share on LinkedIn
Júlia Eugênia Gonçalves

Resumo

O presente artigo se propõe a apresentar uma visão da educação na pós-modernidade, a qual se encontra influenciada por perspectivas filosóficas que conduzem a produção de conhecimento e o saber acadêmico produzido nas universidades, na direção de modelos de pensamento transdisciplinar.

Continuar lendo A Pós-Modernidade e os Desafios da Educação na Atualidade

Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Share on LinkedIn

Óia Procê Vê”: realidade, conhecimento e aprendizagem no século XXI

Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Share on LinkedIn
Prof. João Beauclair

Resumo

Oriundo de um movimento de idéias sobre a questão do ensinar e do aprender nos espaços e tempos institucionais, este artigo faz algumas aproximações entre processos de percepção do real, construção do conhecimento e aprendizagem, a partir de pressupostos teóricos presentes no campo da pesquisa pedagógica. Articulo aqui saberes e experiências essenciais ao ato de educar e demonstrar alguns aspectos fundamentais à reflexão sobre os temas em tela, percebendo os muitos desafios a serem enfrentados na atualidade, para que estejamos imersos, de fato, numa sociedade da informação e do conhecimento.

Continuar lendo Óia Procê Vê”: realidade, conhecimento e aprendizagem no século XXI

Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Share on LinkedIn